Tel.: (11) 5081.4936 / 5082.3913 - WhatsApp: (11) 94086.1112
Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 270
(próx. ao metrô Ana Rosa)
Vila Mariana - CEP: 04014-000 - São Paulo - SP
vacina_gripe_muda_2019.jpg

Fonte: Saúde - André Biernath

A campanha de vacinação contra a gripe tem suas particularidades este ano. Saiba quem pode tomar o imunizante contra o vírus influenza na rede pública

Em 2019, comemoram-se os 20 anos do início das campanhas de vacinação contra o vírus da gripe (influenza), realizadas pelo Ministério da Saúde. Ao longo das duas décadas, muita coisa mudou: a quantidade de pessoas que integram o público-alvo da vacina só cresceu, bem como o número de doses oferecidas e as cepas de vírus utilizadas na fabricação do produto. De acordo com o informe técnico publicado pelo Governo Federal, a campanha deste ano vai de 10 de abril a 31 de maio.

O Dia D, em que a vacinação se intensifica e há uma grande mobilização nacional, aconteceu no dia 4 de maio, um sábado.

Se você faz parte de algum grupo de risco (veja a lista completa abaixo) ou conhece alguém que precisa se vacinar, anote na agenda e se planeje para visitar o posto de saúde em breve. É rápido, fácil e gratuito. Você se protege e ainda reduz o risco de transmitir o vírus da gripe para seus familiares e amigos.

Aliás, as autoridades anteciparam em 15 dias o início da campanha em comparação com os anos anteriores — no Amazonas, inclusive, a estratégia começou no dia 20 de março de 2019 em razão de um aumento súbito do número de casos.

Continue lendo

entenda_vacina_gripe.jpg

Fonte: IFF - Fiocruz - Juliana Xavier

 

Após registrar em 2016 um aumento de casos de gripe antes do esperado, o Ministério da Saúde (MS) iniciará a campanha nacional de vacinação contra a gripe mais cedo neste ano. Segundo o ministro Ricardo Barros, a data de início da campanha está marcada para 17 de abril para profissionais de saúde e 24 de abril para o público-alvo, que neste ano também sofreu mudanças. Além de idosos, crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, portadores de doenças crônicas, puérperas de até 45 dias, detentos, funcionários da rede prisional e indígenas, professores de ensino básico e superior de escolas públicas e privadas poderão tomar a vacina.

As vacinas da gripe são trivalentes, ou seja, imunizam contra três tipos de vírus diferentes. A composição da vacina é recomendada anualmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com base nas informações recebidas de todo o mundo sobre a prevalência das cepas circulantes. Dessa forma, a cada ano a vacina da gripe muda, para proteger contra os tipos mais comuns de vírus da gripe naquela época. Abaixo o pediatra infectologista do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Márcio Nehab responde às principais dúvidas sobre a vacina.

Continue lendo

morte_gripe.jpg

Fonte: G1

Mortes por gripe no Brasil já chegam a 199 casos; vacinação está aberta a toda a população

Após campanha para imunizar 80% do público-alvo, as doses remanescentes passaram a ser aplicadas em toda a população em quase todo o país. RJ, TO, CE e Recife estão com calendários próprios.

As mortes por gripe no Brasil já somam 199 casos em 2019, de acordo com balanço do Ministério da Saúde até 3 de junho. A maior parte delas (74,4%) foi provocada pelo vírus H1N1.

Continue lendo

mitos_gripe.jpg

Fonte: gsk

Você no Comando

Não deixe a gripe te enganar e assumir o comando

Conheça os mitos da gripe e saiba mais sobre a prevenção.

Há uma série de mitos sobre a gripe, uma doença que pode levar a complicações sérias. É importante distinguir os mitos e os fatos para que você possa tomar decisões conscientes sobre a forma de prevenção. 

Confira abaixo alguns mitos comuns:

Continue lendo

mortes_h1n1.jpg

Fonte: G1 AM

Mais de 30 pacientes tiveram diagnóstico confirmado para Influenza A

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) confirmou 39 casos de Influenza A e 12 mortes por H1N1. Os números foram divulgados na noite desta quarta-feira (27), na edição nº 02/2019 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Segundo o boletim, foram notificados 195 casos de SRAG no Estado. Destes, 39 (54%) deram positivo para o Vírus da Influenza A (H1N1), 25 (34%) para Vírus Sincicial Respiratório (SRV), 47 (22%) foram descartados e os demais seguem em investigação. Há registro de casos positivos por H1N1 em todas as faixas etárias. Em relação ao Vírus Sincicial Respiratório, a maior incidência são em menores de um ano.

Continue lendo

© 2018 - Prometheus Centro de Imunização e Infusão
Horário de Funcionamento:
Seg. - Sex. das 8h00 às 17h00
Sábados das 8h00 às 14h00
Tel.: (11) 5081.4936 / 5082.3913
WhatsApp: (11) 94086.1112